Pilea Peperomioides – A Nova Queridinha 1º do Brasil! Como Cuidar

Tempo de leitura: 5 minutos

Pilea Peperomioides 1 - Pilea Peperomioides - A Nova Queridinha 1º do Brasil! Como Cuidar
Pilea Peperomioides

Pilea Peperomioides | A planta do dinheiro chinês (ou Pilea) é freqüentemente apresentada em interiores, onde suas folhas verdes brilhantes em forma de panqueca fornecem uma explosão de cor adorável e bem-vinda contra paredes brancas.

Dizem que são fáceis de cultivar, mas se você já tentou encontrar um em uma loja de plantas, provavelmente voltou para casa de mãos vazias. Portanto, antes que você se empenhe em adquirir uma fábrica de dinheiro chinesa para você, leia as seguintes dicas e conselhos e, em seguida, cuide de seu prêmio conquistado com esforço.

Confira no Vídeo do YouTube Tudo sobre a Pilea Peperomioides!

Sobre esta planta

A planta monetária chinesa , também conhecida como planta missionária, planta lefse, planta panqueca, planta OVNI ou apenas pilea (abreviação de seu nome científico de Pilea peperomioides) é originária da província de Yunnan, no sudoeste da China. 

A tradição popular afirma que um missionário norueguês, Agnar Espegren, levou mudas para casa com ele na década de 1940 e as compartilhou com amigos e familiares. Essas plantas se espalharam por toda a Escandinávia e, eventualmente, pelo mundo, conforme as pessoas passavam para seus amigos.

E o Crescimento da Pliea Peperomioides?

Pila Peperomioides 1 - Pilea Peperomioides - A Nova Queridinha 1º do Brasil! Como Cuidar
Como Cultivar a Pilea

Em termos de luz, a melhor situação para uma Pilea Peperomioides é uma luz forte, sem luz solar direta. O sol direto queima as folhas, e a sombra pode encorajar folhas maiores. Dizem que são resistentes ao congelamento e um período de baixas temperaturas pode torná-las mais propensas a produzir suas minúsculas flores brancas em hastes rosadas.

O ideal é sempre preferir lugares arejados para deixar a planta, para que ela não se sinta abafada. “É melhor evitar deixá-la passando muito calor, pois pode acontecer de ela se estressar e perder algumas folhas. O frio em excesso também vai prejudicá-la. Mantenha sua planta longe das baixas temperaturas e principalmente do ar-condicionado”

Cuidado e manutenção

Pila Peperomioides 1 - Pilea Peperomioides - A Nova Queridinha 1º do Brasil! Como Cuidar

A Pilea Peperomioides prefere um solo para vasos bem drenado, e um vaso com orifícios de drenagem é necessário. O solo precisa secar principalmente entre as regas, sendo necessária mais rega em climas mais quentes e ensolarados. Se as folhas começarem a ficar ligeiramente caídas, é sinal de que a planta precisa de água. 

Para manter sua Pilea bem formada, gire-a pelo menos uma vez por semana para evitar que fique torta. As folhas grandes tendem a acumular poeira, então essas plantas se beneficiam de chuveiradas regulares ou, pelo menos, da limpeza das folhas. Trate mensalmente com um fertilizante para plantas multiuso durante as estações de cultivo da primavera e do verão. 

Você também pode colocar sua planta ao ar livre, mas, novamente, tome cuidado para mantê-la fora da luz solar direta.

Solo bem drenado


Como a Pilea não gosta de solo muito molhado, é preciso que o substrato seja bem drenante. Indica-se utilizar duas partes de terra vegetal para uma parte de areia. E, embora possa parecer óbvio, é sempre um alerta: “sempre usar areia própria para jardinagem ou areia para construção civil. Nunca utilizar areia da praia, pois a quantidade de sal é altamente prejudicial às plantas”. 

Apesar de ser indicada para cultivo interno, em vasos, a espécie não costuma “brigar” com outras plantas num mesmo canteiro. Mas, no jardim, ela não pode pegar sol e não tolera geada nem temperaturas extremas – tanto no frio quanto no calor.

Pila Peperomioides 2 - Pilea Peperomioides - A Nova Queridinha 1º do Brasil! Como Cuidar
Solo bem drenado é um requisito para ter uma linda Pliea Peperomioides

Nutrição correta favorece crescimento


É indicado a utilização do fertilizante padrão NPK (Nitrogênio, Fósforo e Potássio), que pode ser encontrado em qualquer garden center. A aplicação, no entanto, deve ser feita apenas no período do verão e da primavera, pois no inverno a planta entra numa espécie de hibernação e a fertilização pode ocasionar uma “overdose” de nutrientes.

O NPK também pode ser substituído por fertilizantes naturais, como matéria orgânica oriunda da compostagem ou húmus de minhoca. “Com a adubação correta, a Pilea se propaga facilmente. Ela produz vários ‘filhotes’ em volta dela, na base, o que possibilita distribuir mudas para várias pessoas”.

Aliás, vem daí mais um dos nomes populares da espécie: “Planta da Amizade”, pois é possível presentear conhecidos com plantas originadas da sua.

Como Propagar a Pilea Peperomioides

Pila Peperomioides 7 - Pilea Peperomioides - A Nova Queridinha 1º do Brasil! Como Cuidar
Propagando a Pilea Peperomioides

Parte da razão pela qual esta planta se espalhou até agora sem ter sido amplamente vendida comercialmente é que é bastante fácil de propagar. Uma planta feliz acabará por enviar mudas para o solo, que você pode separar da planta-mãe. Siga o caule cerca de 2,5 cm sob o solo e use uma faca afiada e limpa para cortar a planta bebê. 

Plante em um novo vaso e mantenha o solo úmido até que a planta esteja bem ancorada e comece a produzir novas folhas. Novas plântulas também crescem direto do caule e você pode cortá-las livremente, colocar na água até que as raízes se desenvolvam em uma ou duas semanas e, em seguida, siga as mesmas instruções acima. Aprenda a fazer você mesmo e depois espalhe a riqueza!

Que achou desta linda? Gostou da Pilea Peperomioides? Se tiver Dúvidas Entre em Contato

Conheça também o Canal da NATURARTE NO

logo youtube 1 - Pilea Peperomioides - A Nova Queridinha 1º do Brasil! Como Cuidar

Se Inscreva em nosso Canal e Fique por dentro das Novidades da Jardinagem

SE TIVER ALGUMA DÚVIDA, ENTRE EM CONTATO PELO WHATSAPP!

whatsapp logo 1 - Pilea Peperomioides - A Nova Queridinha 1º do Brasil! Como Cuidar(11) 9 4210-7481

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *