ORA-PRO-NÓBIS: 22 Dicas Sobre os seus BENEFÍCIOS

Tempo de leitura: 14 minutos

ora pro nobis - ORA-PRO-NÓBIS: 22 Dicas Sobre os seus BENEFÍCIOS
A Ora-pro-nóbis é uma Panc

Ora-pro-nobis | Palavra nativa que significa “fruta com espinhos”, a Peireskia aculeata é uma planta perene pertencente à família dos cactos que está presente na zona intertropical das Américas.

A Ora-pro-nóbis é uma Panc, ou seja, planta alimentícia não convencional .

Embora seu consumo pela população não atinge a ingestão diária recomendada, ela pode contribuir como fonte alimentar de nutrientes e compostos bioativos, sendo uma alternativa para diversificar a dieta alimentar.

Características e usos

ora pro nobis 11 - ORA-PRO-NÓBIS: 22 Dicas Sobre os seus BENEFÍCIOS
Existem a espécie trepadeira e a espécie arbusto

Cresce como arbusto ou trepadeira, com caules espinhosos, folhas grandes e suculentas, flores rosas ou brancas e pequenos frutos amarelos. 

ora pro nobis 13 - ORA-PRO-NÓBIS: 22 Dicas Sobre os seus BENEFÍCIOS
Tem espinhos

O nome científico vem do astrônomo e botânico francês Nicolas-Claude Fabri de Peiresc (1580 – 1637), enquanto seu nome local parece estar ligado a um padre que a cultivou para seu próprio uso.

A expressão “ora pro nóbis” vem do Latim, e significa em português “Orai por nós”. Conta a lenda dos tempos coloniais, que na cidade de Sabará em Minas Gerais, a igreja da cidade possuía grandes moitas de ora-pro-nóbis, mas o padre não permitia que ela fosse colhida. 

Os escravos então, aproveitavam o momento das orações na igreja, geralmente bem extensas, para colherem a hortaliça sem serem vistos .

A planta é utilizada como cerca viva, graças aos seus espinhos pontiagudos, resistência e robustez, mas também na apicultura, graças à sua boa produção de pólen e néctar. 

As folhas, frescas ou secas, quando transformadas em pó, são utilizadas como suplemento no combate à anemia (também conhecida como “carne de pobre”). As folhas são ricas em mucilagem (que ajuda a manter o intestino em ordem), proteínas, vitaminas A, B e C, ferro, cálcio e fósforo.

Na culinária local, as folhas e flores são utilizadas no preparo de sopas, omeletes, bolos fartos, cozidos e em saladas. Até as bagas, delicadas e doces, são comestíveis. 

ora pro nobis 5 - ORA-PRO-NÓBIS: 22 Dicas Sobre os seus BENEFÍCIOS
A planta toda é comestível

Seu uso e a comercialização são mínimos, concentrando-se em sua maioria em algumas cidades mineiras, onde é servido em pratos tradicionais de porco, frango e pato. Embora a planta seja bem difundida em Minas Gerais, e principalmente na região da Serra da Piedade (cerca de 30 km fora de Belo Horizonte) em hortas, hortas e canteiros de flores, seu uso na cozinha limita-se basicamente às cidades de Diamantina, Tiradentes, São João Del Rey e Sabará. 

Mas, também é possível encontrar variedades nativas da Flórida, nos Estados Unidos e região sul do Brasil.

Cultivo

De fácil cultivo, a planta se configura bem em vários tipos de solo e se adapta facilmente a diversos climas, podendo chegar até 5 metros de altura. As pequenas flores brancas, com miolo alaranjado, são perfumadas e ricas em pólen e néctar.

São muito procuradas pelas abelhas. Os frutos ocorrem de junho a julho, pequenas bagas amarelas, redondas e sem muito sabor.

O cultivo e beneficiamento do ora-pro-nóbis poderia contribuir para o equilíbrio dos recursos alimentícios de comunidades inteiras e integrar os planos de governo na recuperação de áreas degradadas e no combate à fome em regiões áridas.

Benefícios

Na medicina tradicional, é conhecida por curar inflamações e queimaduras. 

Rica em vitaminas A, B, C, proteína (até 25% da matéria seca), magnésio, fosforo e cálcio, as folhas da ora-pro-nóbis, frescas ou secas, são saborosas e podem ajudar a curar anemias e outras carências nutricionais . 

A presença de mucilagem nas folhas, por isso a planta auxilia no bom funcionamento intestinal e no aumento da imunidade.

Representa uma ótima alternativa comercial e gastronômica que, além dos valores nutricionais e medicinais, cresce rapidamente e dispensa tecnologia avançada, adubação e agrotóxicos.

Como ficou conhecida

A relação da comunidade com a ora-pro-nóbis começa a partir de Dona Maria Torres, moradora de Pompéu, que durante o 1º Festival da Cachaça de Sabará, montou uma barraca onde serviu marreco com ora-pro-nóbis, prato de sua criação . 

A inusitada história dos marrecos, criados pela própria Dona Maria e a invenção do prato, são contadas cem detalhes por seu filho. 

O fato é que no Festival seguinte, Dona Maria participou com a mesma receita e, em dias, acabou com seu estoque de marrecos. Para continuar a servir o público faminto, Dona Maria teve que adaptar a receita e usar o frango.

A ora-pro-nóbis passou a ser um ingrediente obrigatório em todas as festividades na cidade, atração na barraca e no restaurante de Dona Maria, mas logo em seguida nos cardápios dos diversos restaurantes da cidade e no Festival da Ora-pro-nóbis.

O sucesso do ora-pro-nóbis trouxe renda para as famílias de Pompéu e fortaleceu a identidade da comunidade, agora reunida ao redor desta planta generosa e versátil, que hoje é explorada não só na combinação clássica com carnes ensopadas, mas também em sopas, tortas, bolinhos, doces, sorvetes, licores e outros pratos criativos.

Como folhas frescas ou secas e moídas, elas são usadas em diferentes receitas, especialmente em sopas, omeletes, tortas, refogados, saladas, misturadas com farinha para enriquecer massas e pães em geral, garantindo um sabor especial e maior riqueza nutricional.

O frango, uma galinha caipira e a costelinha com ora-pro-nóbis são comuns tradicionais da culinária mineira, servidos diariamente nas cidades históricas do estado, como Diamantina, Tiradentes, São João Del Rey e Sabará, além de alguns restaurantes em Belo Horizonte.

Como germinar

Coloque de duas a três sementes em uma profundidade de 2cm e cubra com terra. Mantendo o substrato úmido, elas devem germinar em sete dias. O plantio mais eficiente é feito por meio de estacas de uma planta adulta, bastando colocá-las na terra.

Como preparar o vaso

Escolha um vaso com furos ou sistema de drenagem e complete com um substrato.

Como plantar

Se o plantio for por meio de sementes, basta deixar que as mudas se desenvolvam. Para plantar por estacas, retire pedaços de 20 cm do caule de uma planta adulta e enterre numa profundidade de 5-8 cm.

Qual a melhor época para plantar?

Essa planta não é muito exigente. Logo, você pode plantar em qualquer época do ano! Nos primeiros meses de vida, é importante garantir um bom fornecimento de água. Então, se for cultivar na época seca fique atento à irrigação.

De que tamanho minha planta vai ficar?

No começo da vida, ela é trepadeira e arbustiva, mas com o passar do tempo forma-se um tronco lenhoso, que possibilita um maior crescimento vertical. Esse processo vai ser parecido em todas as variedades, mas o tamanho final varia de 2 a 8 metros.

Posso plantar em vasos?

Sim, utilize recipientes de pelo menos 30cm de profundidade para garantir um bom enraizamento.

Necessidade de sol

Por ser bastante rústica, a ora-pro-nobis irá se adaptar facilmente à qualquer disponibilidade de luz, podendo ser cultivada até mesmo dentro de casa. Recomendamos de 4 a 8 horas de sol, por dia, para que a planta se desenvolva plenamente.

E se eu plantar direto na horta?

Ótima ideia! Tenha em mente que a ora-pro-nobis é uma trepadeira e vai escalando tudo o que estiver em seu caminho. Por essa razão, precisa estar próxima à árvores ou cercas para que possa crescer bem.

Como irrigar

Por ser da família dos cactos, ela não exige muita água. Faça irrigação moderada e deixe que o solo fique quase seco, de vez em quando. Regue a cada 2-3 dias. Isso pode variar de acordo com o clima e a drenagem do seu vaso/horta.

Como faço para adubar?

Ela vai crescer em qualquer solo, inclusive naqueles pouco férteis. Mesmo assim, com boa disponibilidade de nutrientes, se desenvolverá melhor. Recomendamos adubação mensal.

Quando começo colher?

A colheita é parcial e contínua, ou seja, as folhas serão utilizadas conforme a planta cresce. A partir do terceiro mês, quando perceber que algumas folhas já estão grandes (7-10cm), comece a realizar a colheita. Com moderação, para não enfraquecer muito a planta.

Como devo colher?

Retire as maiores folhas manualmente e de modo disperso, deixando sempre algumas no caule. Quando a planta florir, realize a colheita das flores e frutos, que também são comestíveis. Tome cuidado com os espinhos e utilize uma luva de jardinagem se achar conveniente.

Tenho que podar?

Com exceção das folhas secas e danificadas, não é necessário. Nessa planta, a colheita faz o papel da poda, permitindo que folhas mais jovens possam se desenvolver e outras novas possam brotar. 

Quais outras plantas posso colocar no mesmo vaso?

ora pro nobis 2 - ORA-PRO-NÓBIS: 22 Dicas Sobre os seus BENEFÍCIOS
Pode colocar plantas rasteiras no mesmo vaso

Para aproveitar melhor o espaço, cultive junto com plantas rasteiras. Tenha em mente que a ora-pro-nobis possui espinhos, que podem dificultar o manejo do vaso.

Quais as pragas e doenças mais comuns?

Mantendo uma boa nutrição e irrigação constante a maior parte dos problemas serão evitados. Essa planta é extremamente resistente, sendo raríssimos os casos de pragas e doenças.

Quanto tempo dura uma ora-pro-nóbis?

A ora-pro-nobis é uma planta perene, o que significa que vive por vários anos e tem um ciclo de vida longo. O período de floração começa a partir do segundo ano de vida, quando ela começará a produzir frutos. Existe divergência sobre o tempo de vida dessa planta, embora se saiba que comumente vive mais do que 10 anos.

Como posso reproduzir a ora-pro-nobis?

A melhor maneira é com estacas. Selecione um exemplar bem desenvolvido e retire pedaços do caule com aproximadamente 20 cm. Para garantir um bom enraizamento, recomendamos selecionar estacas da região de transição, onde o caule não é lenhoso, nem verde. Enterre estas estacas com 5-8 cm de profundidade no solo e espere que a muda se forme.

Se quiser produzir sementes, deixe que sua ora-pro-nobis entre no período de floração, para que produza frutos. As sementes da ora-pro-nobis estarão dentro pequenas bagas amareladas, com aproximadamente 3cm de diâmetro, que contém em seu interior, várias sementes. Utilize elas para germinação e produza novas mudas, é o começo de um novo ciclo.

Espécies de Ora-Pro-Nóbis

– Pereskia aculeata

ora pro nobis 7 - ORA-PRO-NÓBIS: 22 Dicas Sobre os seus BENEFÍCIOS
Pereskia aculeata

Trepadeira perene, muito espinescente(que se cobre d eespinhos). Nativa do Brasil (Sul, Sudeste e Nordeste ).

Podemos comer crua e refogada. Refogada podemos ingerir em maior quantidade, crua com mais parcimônia.

Podemos comer folhas, flores e frutos. Suas flores são brancas com miolo alaranjado.  Os frutinhos são muito suculentos e espinhudinhos.

ora pro nobis 9 - ORA-PRO-NÓBIS: 22 Dicas Sobre os seus BENEFÍCIOS
Frutos suculentos

Retirando as sementes podemos fazer deliciosos pratos com ele. De cor alaranjado, é rico em carotenoides e quando imaturo é fonte de vitamina C. As sementes germinadas viram brotos suculentos e deliciosos.

De textura babentinha ela é aliada dos vegetarianos e veganos, pois suas folhas (flores e frutos também) são ricos em proteína vegetal (nitrogênio, potássio, cálcio, magnésio, zinco, ferro)

Pereskia bleo

ora pro nobis 4 - ORA-PRO-NÓBIS: 22 Dicas Sobre os seus BENEFÍCIOS
Pereskia bleo

Nativa da Floresta ombrófila da América Central.

Aqui suas flores são laranjas e os frutinhos são mais ovalados, cortados ao meio lembram um sininho. Cultivada no Norte do país , dá o ano todo na Amazônia. Na Malásia e Panamá é muito usada como hortaliça e também para a prevenção do câncer.

ora pro nobis 6 - ORA-PRO-NÓBIS: 22 Dicas Sobre os seus BENEFÍCIOS
Frutinhos ovalados

Essa espécie pode sim ser consumida crua. Infusões são feitas para tratar gastrites e diabetes. Refogada ela pode substituir o espinafre. Já esses frutinhos são mais ácidos e recomenda-se usar como doces e compotas.

Pereskia grandifolia

ora pro nobis 10 - ORA-PRO-NÓBIS: 22 Dicas Sobre os seus BENEFÍCIOS
Pereskia grandifolia

Nativa do Nordeste, sudeste e Sul do Brasil.

Pode ser em forma de arbusto grande ou arvoreta. Suas flores são rosa com o miolo amarelo. Podemos comer tanto as folhas como as flores, mas só depois de branqueamento ou refogadas.

Ela possui saponina que é um composto existente no sabão e ingerida crua causa incômodo na garganta. Essa principalmente tem que ser consumida com moderação, não devemos comer diariamente e em doses muito grandes.

ora pro nobis 8 - ORA-PRO-NÓBIS: 22 Dicas Sobre os seus BENEFÍCIOS
Ela possui saponina

Gostou de conhecer a Ora-pro-nóbis? Que tal experimentar essas sugestões de receitas?

Receitas:

FRANGO COM ORA-PRO-NOBIS – CULINÁRIA MINEIRA TÍPICA

INGREDIENTES
  • 1 frango limpo, cortado e temperado
  • 1/4 de xícara de azeite
  • 1 tablete de caldo de galinha (preferência caipira)
  • 2 dentes de alho picados em pequenos pedaços
  • 2 cebolas cortadas em pedaços médios
  • 1 pedaço de pimentão vermelho (preferência) picado
  • Suco de 1/2 limão pequeno
  • Algumas pitadas de molho inglês
  • 30 folhas de ora-pro-nóbis (aproximadamente)
  • Sal a gosto
MODO DE PREPARO
  1. Junte, em uma panela o azeite, o suco de 1/2 limão e os pedaços de frango.
  2. Mexa em fogo médio até que o frango comece a dourar.
  3. Acrescente os dentes de alho picadinhos e mexa por mais alguns minutos.
  4. após dourar levemente os pedaços de frango, retire o excesso de gordura da panela.
  5. Acrescente as cebolas e o pimentão, misturando-os aos pedaços de frango.
  6. Junte algumas pitadas de molho inglês e o caldo de galinha e 1 xícara de água quente.
  7. Acrescente água quente, aos poucos, em pequenas quantidades, até que o frango cozinhe (assim o caldo ficará mais grosso e saboroso).
  8. Prove o caldo e acrescente sal, caso julgue necessário.
  9. Após o frango cozido, espalhe as folhas de ora-pro-nóbis por cima do frango, sem mexer ou misturar, de maneira a cobrir caldo de folhas.
  10. Tampe bem a panela e deixe cozinhar em fogo baixo por mais ou menos 3 minutos.
  11. Sirva com arroz branco, feijão batido e angu.

OMELETE COM ORA-PRO-NÓBIS

INGREDIENTES
  • 4 ovos inteiros
  • um punhado de folhas de ora-pro-nóbis (cuidado com os espinhos ao colher)
  • 1 colher de sal (ou a gosto)
  • pimenta da jamaica a gosto
  • 1 pitada de curry
  • orégano e manjericão a gosto
MODO DE PREPARO
  1. Bata os ovos e reserve.
  2. Pique as folhas de ora-pro-nóbis já lavadas.
  3. Adicione as folhas aos ovos já batidos, adicione os temperos e mexa.
  4. Prepare na frigideira ou micro-ondas (aproximadamente 4 minutos, mexendo na metade do tempo).

SOPA MINEIRINHA COM ORA-PRO-NÓBIS

INGREDIENTES (2 porções)
  • 1 coxa de frango (pode substituir por peito de frango, ou lombo de porco)
  • 1 colher (sopa) de cebola picadinha
  • 1 colher (chá) de azeite
  • 2 colheres (sopa) de quiabo picadinho (pode substituir por vagem, ervilha torta)
  • 3 colheres de sopa de abobrinha em cubinhos (pode substituir por abóbora, moranga, berinjela, jiló)
  • ½ xícara de folhas de ora-pro-nóbis
  • 2 xícaras de água
  • 1 ramo de salsinha
MODO DE PREPARO
  • Frango
  • Doure o frango em um fio de azeite e uma pitada de sal, junte a água e deixe cozinhar com a panela tampada até soltar do osso (se for preciso junte mais água).
  • Coe o caldo, desfie a carne. Reserve.
  • Sopa
  • Refogue a cebola em azeite, junte o frango desfiado, o quiabo e a abobrinha. Refogue.
  • Junte a água em que cozinhou o frango e um ramo de salsinha e deixe cozinhar por 2 minutos.
  • Junte a ora-pro-nóbis, tampe a panela, apague o fogo e deixe descansar 2 minutos antes de servir.

SUCO VERDE COM ORA-PRO-NÓBIS

INGREDIENTES
  • 4 maçãs
  • 200 ml de água
  • 6 folhas de azedinha
  • 8 folhas de ora-pro-nóbis
  • 1 colher de sobremesa de gengibre fresco picado
MODO DE PREPARO
  1. Bata todos os ingredientes no liquidificador até virar um suco bem grosso
  2. Coe no saco de voil ou passe por uma peneira bem fina
  3. Está pronto para beber!

Conheça o Canal da NATURARTE NO

logo youtube 1 - ORA-PRO-NÓBIS: 22 Dicas Sobre os seus BENEFÍCIOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *