JARDINS ALEMÃES: Conheça 14 FATOS sobre eles

Tempo de leitura: 9 minutos

jardim alemao16 3 - JARDINS ALEMÃES: Conheça 14 FATOS sobre eles
Jardim em lote arrendado

Jardins Alemães | Os “Schrebergärten” – Jardins Urbanos Alemães – são muitas vezes confundidos com favelas por estrangeiros, mas são espaços de lazer super disputados na Alemanha. Terrenos públicos são arrendados à população.

Tipicamente alemão

jardim alemao 1 - JARDINS ALEMÃES: Conheça 14 FATOS sobre eles
Jardins urbanos

Quem visita a Alemanha pela primeira vez costuma se perguntar por que há tantas “favelas” bem conservadas espalhadas pelo país. Na realidade, são pequenos lotes arrendados para jardinagem.

Este fenômeno é conhecido sob vários nomes em alemão – “Schrebergarten”, “Kleingartenanlage” ou “Gartenkolonie”. Cada lote (“Parzelle”) tem uma casinha, e as pessoas alugam esses espaços para fazer a jardinagem.

A primeira impressão do olhar estrangeiro sobre as pequenas casinhas amontoadas à beira das ferrovias ou no meio das cidades é de que são “favelas ao estilo alemão”. 

jardim alemao3 - JARDINS ALEMÃES: Conheça 14 FATOS sobre eles
Barraquinhos de madeira

Os barraquinhos de madeira enfileirados e separados por cercas são, na verdade, parte dos disputados jardins urbanos da Alemanha – os Schrebergärten.

Os terrenos públicos cedidos a mais de 15 mil associações que coordenam o aluguel e a utilização dos espaços servem para o cultivo de legumes, verduras e flores. Ou ainda para aproveitar as noites quentes do verão depois do trabalho ou fazer um churrasco no fim de semana.

É uma opção econômica para quem mora em apartamentos e não tem um espaço de lazer ao ar livre. Os “puxadinhos” nas grandes e pequenas cidades da Alemanha já foram considerados fora de moda, mas se tornam cada vez mais populares entre as famílias jovens alemãs. 

jardim alemao20 - JARDINS ALEMÃES: Conheça 14 FATOS sobre eles
Há filas de espera para alugar ou arrendar um lote

Os mais de um milhão de Schrebergärten na Alemanha cobrem uma área de quase 50 mil hectares e são disputadíssimos. Há longas filas de espera para conseguir alugar um pequeno lote.

Os preços variam de acordo com a região e instalações próximas, como piscinas públicas ou espaços de diversões para crianças.

O arrendamento dos lotes é, geralmente, por tempo indeterminado e pago anualmente à associação que gere a área, mas os cerca de 5 milhões de locatários precisam cumprir as regras de organização e limpeza.

As cercas vivas precisam ser aparadas de forma impecável, o gramado bem cortado, e os caminhos de passagem sempre limpos para que os vizinhos não reclamem.

jardim alemao27 - JARDINS ALEMÃES: Conheça 14 FATOS sobre eles
Tudo dever ser organizado e bem limpo

Antes de plantar árvores e arbustos, é preciso se certificar sobre as regulamentações estaduais quanto à distância a respeitar até a divisa com o vizinho. Isso para que, após alguns anos, a sombra ou os galhos não o incomodem.

E atenção: não se pode cortar galhos nem colher frutos sem a permissão do proprietário, mesmo que tenham invadido o seu terreno.

Tem até quem comemore a festa de casamento nos pequenos jardins, idealizados há 200 anos.

jardim alemao25 - JARDINS ALEMÃES: Conheça 14 FATOS sobre eles
Comemorar casamentos também pode

Já o nome “Schrebergarten” é uma alusão ao médico Daniel Schreber, de Leipzig, que incentivou a criação de espaços verdes de lazer para que crianças pudessem ficar mais perto da natureza e serem mais saudáveis.

Esses jardins também estão presentes na Áustria, Suíça e outros países na Europa Central e Escandinávia. As casinhas de cada lote não podem servir como moradia, e os produtos cultivados não podem ser vendidos. Os locatários também precisam respeitar leis ambientais.

O movimento kleingärten (pequenos jardins, em alemão) inovou a ecologia urbana e o paisagismo das cidades alemãs, com espaços públicos voltados ao cultivo sustentável e ao lazer.

jardim alemao12 - JARDINS ALEMÃES: Conheça 14 FATOS sobre eles
Na primavera há uma explosão de coress

Com a primavera e a chegada do verão, quem tem um Schrebergarten volta a enfeitar os jardins e colocar as cadeiras do lado de fora para aproveitar o sol. São pulmões verdes em meio ao asfalto. 

1 – O “pai” desses jardins

jardim alemao2 - JARDINS ALEMÃES: Conheça 14 FATOS sobre eles
Daniel Gottlob Moritz Schreber

Em reação à rápida urbanização no século 19, um médico de Leipzig chamado Daniel Gottlob Moritz Schreber começou a divulgar os benefícios das atividades ao ar livre para os jovens urbanos. Em 1864, quatro anos depois de sua morte, seu nome foi dado a uma associação, a “Schreberverein”, que organizava espaços de lazer para as famílias. Os jardins só vieram depois.

2 – Jardins para os pobres

jardim alemao11 - JARDINS ALEMÃES: Conheça 14 FATOS sobre eles
No início ficou conhecido com “jardins para pobres”

Mesmo antes do movimento de Schreber ficar conhecido, os donos de fábricas, administrações municipais e organizações de caridade começaram a alocar parcelas para permitir que as famílias pobres pudessem plantar alimentos.

Isso ficou conhecido como “Armengärten”, jardins para os pobres. Em 1826, tais jardins existiam em 19 cidades.

3 – Também espaço para lazer

jardim alemao1906 - JARDINS ALEMÃES: Conheça 14 FATOS sobre eles
Foto de 1906

Além de servirem para plantar alimentos, os jardins passaram a ser usados como espaço para lazer, como mostra a foto de 1906, com homens jogando cartas diante de um caramanchão típico nos jardins.

4 – Garantia de alimentos

jardim alemao26 - JARDINS ALEMÃES: Conheça 14 FATOS sobre eles
Garantiram a sobrevivência pós guerra

Os jardins arrendados garantiram a sobrevivência nas guerras, quando os produtos agrícolas eram escassos. Um ano após o fim da 1ª Guerra Mundial, a Alemanha aprovou uma lei que protege os pequenos jardins, garantindo taxas de arrendamento justas.

Esta imagem de 1949, portanto após a 2ª Guerra, é de um jardim na Hermannplatz, hoje uma praça de muito movimento no bairro Neukölln, em Berlim.

jardim alemao1949 - JARDINS ALEMÃES: Conheça 14 FATOS sobre eles
Foto de 1949

5 – Transformando o cinza em verde

jardim alemao24 - JARDINS ALEMÃES: Conheça 14 FATOS sobre eles
Enfeitam grandes cidades

Os jardins geralmente ficam em áreas onde ninguém quer morar, como perto de vias férreas. Na época da Berlim dividida, havia muitos deles nos dois lados do muro.

Basta querer (e poder) gastar, que as opções nas lojas especializadas são variadas. Não só pelas plantas em si, também há terra e adubo para cada variedade de planta, móveis, ferramentas especiais para todo tipo de trabalho e métodos dos mais variados contra pragas, sejam químicos ou mesmo uma fita cheia de cola para colocar em volta do caule ou tronco e assim evitar formigas.

A foto, de 1982, mostra um jardim urbano perto do Muro em Berlim Ocidental. Nos anos 1950, o governo da Alemanha Oriental tentou coletivizá-los, mas desistiu e começou a incentivar os donos de jardins a produzir alimentos.

jardim alemao1982 - JARDINS ALEMÃES: Conheça 14 FATOS sobre eles
Foto de 1982

6 – Inspiração não falta

jardim alemao29 2 - JARDINS ALEMÃES: Conheça 14 FATOS sobre eles
Loja de plantas

Não só as lojas de plantas oferecem inspiração e mostram novidades. A proximidade com a Holanda – um indiscutível centro de produção de flores – e as exposições estaduais e nacionais de jardinagem e paisagismo também servem de estímulo.

7 – Tudo regulamentado

jardim alemao13 - JARDINS ALEMÃES: Conheça 14 FATOS sobre eles
Existem regras a serem seguidas

Com a crescente popularidade da jardinagem urbana, muitas famílias com filhos pequenos estão procurando lotes, raramente livres para arrendamento.

Não só as lojas de plantas oferecem inspiração e mostram novidades. A proximidade com a Holanda – um indiscutível centro de produção de flores – e as exposições estaduais e nacionais de jardinagem e paisagismo também servem de estímulo

8 – Associações controlam regras

jardim alemao28 - JARDINS ALEMÃES: Conheça 14 FATOS sobre eles
Administração feita por associação de locatários

Se você pretende alugar uma área dessas, pode ser que alguém o chame de “spießig” – um termo bem alemão para careta e burguês.

Além da regulamentação nacional, cada área é administrada por uma associação de locatários, que impõem regras próprias. O rigor em cada uma depende, portanto, dos próprios arrendatários.

9 – O silêncio

jardim alemao10 - JARDINS ALEMÃES: Conheça 14 FATOS sobre eles
Períodos de silêncio respeitados

Jardins mal cuidados são criticados, mas cortar a grama no domingo ou feriado também causa incômodo. O mesmo vale para a música em alto volume. Os “períodos de silêncio” são determinados pelos arrendatários.

Geralmente, valem das 13h às 15h e a partir das 19 h durante a semana. No sábado, é preciso fazer silêncio a partir das 13 h. No domingo, a regra vale para todo o dia.

10 – O jardim em livro

jardim alemao9 - JARDINS ALEMÃES: Conheça 14 FATOS sobre eles
Livro “minha vida no Schrebergarten

O autor Wladimir Kaminer tornou-se autor internacional de sucesso com seu livro intitulado “Russendisko” (discoteca dos russos, em tradução literal). Com senso crítico e humor apurado, ele também escreveu um livro sobre as peculiaridades da cultura alemã e a jardinagem.

“Mein Leben im Schrebergarten” (Minha vida no Schrebergarten) está disponível apenas em alemão.

11 – Paraíso dos gnomos

jardim alemao7 - JARDINS ALEMÃES: Conheça 14 FATOS sobre eles
Gnomo

Os jardins arrendados têm a fama de reunir as mais variadas formas de kitsch. Imediatamente nos lembramos do gnomo ou anão de jardim. Mas, também fontes de água e moinhos de vento de plástico são bastante populares.

jardim alemao8 - JARDINS ALEMÃES: Conheça 14 FATOS sobre eles
Moinhos

12 – Vida ao ar livre

jardim alemao30 1 - JARDINS ALEMÃES: Conheça 14 FATOS sobre eles
Espaço de lazer para a família e amigos

E um jardim desses não significa só trabalho. Ele é o espaço ideal para praticar esporte e comer ao ar livre. O churrasco é obrigatório, desde que os vizinhos não se incomodem com a fumaça e o cheiro. A solução é convidá-los também para saborearem a salsicha perfeitamente grelhada.

13 – Aproveitamento da chuva e reciclagem do lixo

jardim alemao4 - JARDINS ALEMÃES: Conheça 14 FATOS sobre eles
Recolhimento da água das chuvas

O recolhimento da água da chuva é comum. E também o lixo, que vai para o tonel de produtos orgânicos, recolhido semanalmente. Ali podem-se descartar não só a grama cortada, mas também galhos de árvores e ervas.

14 – Cenas bucólicas

jardim alemao1970 - JARDINS ALEMÃES: Conheça 14 FATOS sobre eles
Foto de 1970

Embora esta foto seja da década de 1970, ainda representa bem o espírito de um “Kleingarten”, o pequeno jardim arrendado. A tradição de 150 anos já foi adotada por todos os países de língua alemã, e agora existem milhares de áreas com pequenos lotes de jardins nas cidades da Alemanha, Áustria e Suíça.

Entre em Contato ou Deixe um Comentário!

Conheça o Canal da NATURARTE NO

logo youtube 1 - JARDINS ALEMÃES: Conheça 14 FATOS sobre eles

jardins alemães jardins alemães jardins alemães jardins alemães jardins alemães jardins alemães jardins alemães jardins alemães jardins alemães jardins alemães jardins alemães jardins alemães jardins alemães jardins alemães jardins alemães jardins alemães jardins alemães jardins alemães

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *