Conheça as 4 Suculentas Mais Difíceis de Cultivar

Tempo de leitura: 7 minutos

Suculentas dificeis de cuidar - Conheça as 4 Suculentas Mais Difíceis de Cultivar
Algumas são mais sensíveis

Conheça as suculentas mais difíceis de cultivar | Nem todas as suculentas são criadas iguais, disso já sabemos. Algumas não são as plantas resistentes que esperávamos quando as compramos.

Algumas são muito exigentes quanto aos cuidados e morrem antes que você dedique um tempo para aprender alguma coisa sobre elas.  

E é disso que trata este artigo – as suculentas mais difíceis de cultivar e cuidar. Entenda por que são assim e o que você pode fazer para tentar abrandar suas perdas com essas plantas.  

Vamos Agora à Lista das Suculentas Mais Difíceis de Cultivar:

1.COLAR DE PÉROLAS

Colar de perolas 1 - Conheça as 4 Suculentas Mais Difíceis de Cultivar
Colar de Pérolas

De longe uma das suculentas mais vendidas e isso inclui as substituições das pessoas que acabaram “assasinando” a suculenta… principalmente por falta de conhecimento, e voltam às lojas para comprar outra Colar de Pérolas.

Em poucas palavras, a Colar de Pérolas quer luz indireta brilhante e um solo levemente úmido quando a temperatura está muito quente.

Uma Colar de Pérolas jovem é muito mais sensível do que uma madura. Embora ambas sejam sensíveis à luz solar direta e à água em excesso, as menores são muito mais dramáticos. 

Se ela ficar sob luz solar direta, receber regas a mais e temperaturas drásticas, sendo muito frias ou muito altas, elas vão morrer.  

Em condições adequadas, esta planta pendente crescerá muito nos meses de primavera e verão. Por falar em crescimento, duas coisas importantes. Faça poda dos ramos mais compridos constantemente se quiser mantê-los longe de animais de estimação e crianças. 

Se você tiver animais de estimação, certifique-se de mantê-los longe. Esta suculenta é tóxica se ingerida. Se você tem cães ou gatos curiosos, sugiro comprar suculentas que são seguras para animais de estimação.

Além disso, ao podá-la, você tem uma grande oportunidade de propagá-la em novas plantas. Simplesmente coloque a ponta cortada no solo, mantenha-a em uma área com sombra até que se enraíze e, em seguida, forneça sombra brilhante.

2.AEONIUM KIWI

Conheca as 4 suculentas mais dificeis de cultivar - Conheça as 4 Suculentas Mais Difíceis de Cultivar
Aeonium Kiwi

Kiwis são plantas lindas com lindos tons de creme, verde, rosa, rosa brilhante e as cores variam de acordo com a estação.

O que mais confunde as pessoas são duas coisas:

1.) Aeonium fica dormente  na primavera e verão e torna-se ativa no outono e inverno. 

Entender que Aeonium deseja principalmente sombra e pouca ou nenhuma água nos meses mais quentes pode ser difícil de entender – especialmente se você tiver outros tipos de suculentas que estão crescendo ativamente. 

Elas param de crescer ativamente e talvez fiquem um pouco murchas nessa época – o que faz você pensar que elas precisam de algo como água ou fertilizante, ou ambos, e isso acaba matando a planta. 

Elas só querem relaxar e hibernar. Elas não precisam muito de você, apenas sombra, amor e apoio.  

2.) As Kiwis, e suas primas, como a Sunburst – ambas absolutamente odeiam quando suas folhas são tocadas com as mãos nuas.  

Os óleos naturais da pele prejudicarão as plantas. Não vai matá-las, mas com certeza vão parecer que estão morrendo. Manchas escuras começarão a aparecer onde quer que suas mãos as tenham tocado em questão de dias.  

Portanto evite de tocar as folhas da Aeonium Kiwi ou use luvas ao manusear essa suculenta.

3.SEDUM RABO DE BURRO

Sedum Rabo de burro - Conheça as 4 Suculentas Mais Difíceis de Cultivar

Devido à desinformação ao fato de serem tão frágeis, muitas pessoas acabam perdendo a planta.  

A desinformação origina-se principalmente do mito de que os Seduns são resistentes à geada. A verdade é que apenas alguns Seduns são resistentes à geada, e Rabo de Burro definitivamente não é um deles.  

Na verdade, eles amam praticamente o mesmo ambiente e cuidado que a Colar de Pérolas – luz indireta brilhante e água apenas quando o solo está totalmente seco.  

Também são plantas muito frágeis. Uma rajada de vento pode derrubar algumas de suas folhas gordas.

Por causa de como esta planta é gordinha, ela é extremamente sensível ao excesso de irrigação e por causa de sua folhagem verde claro, ela prefere luz solar indireta.  

Agora vamos falar sobre suculentas híbridas

Estas tendem a ser as suculentas mais lindas que existem no mercado. Elas nascem de um cruzamento de duas suculentas através da reprodução assexuada que resulta em sementes.

Por haver poucas informações sobre habitat e cultivo, essas híbridas oferecem um nível de cuidados mais atencioso.

Compton Carousel e a Silver Prince por exemplo são suculentas lindas demais, mas são mais difíceis de cuidar além de serem caras, se comparadas as demais suculentas.   

Embora nem todas as híbridas são difíceis de cuidar, algumas são muito sensíveis à luz, calor e água devido ao cruzamento.  

A Compton Carousel parece funcionar melhor em estufas . Você tem uma estufa? Se sim, vale a pena tentar.

Muito sol, pouco sol, sol filtrado, luz solar indireta, sombra brilhante e quais temperaturas são necessárias, etc. – são todas as informações importantes que você deve ter antes de trazê-las para sua coleção de casa ou jardim.  

Veja a seguir as dicas de cultivo da Compton Carousel:

4.COMPTON CAROUSEL

Compton Carousel - Conheça as 4 Suculentas Mais Difíceis de Cultivar
Compton Carousel

O maior erro com essa planta é exatamente tratar ela como todas as outras. No entanto, você pode ter tido a sorte de ter feito isso e dado certo. Que bom!

O que a maioria dos produtores informa é que a Carousel pode ser extremamente sensível à luz, calor e água. Quem adquirir uma deve ter muita calma e saber observar a planta.

As folhas da Compton não são muito fortes e luz direta pode ser um fator determinante para que as suas folhas sequem e morram. Porém, se ela receber baixa luminosidade ela pode ficar estiolada. Então, muita luz natural para essa menina!

A Compton Carousel não é resistente a calor extremo. Em dias quentes ela pode morrer sem que você perceba.

Quanto à agua uma dica excelente é dar a metade da quantidade de água se comparada a outras plantas toda vez que elas mudam de casa, vaso ou ambiente. No início, o ideal é deixar o solo somente molhado e não encharcado como a maioria das suculentas gosta e não molhar a roseta.

Se estiver muito quente, é bom ficar de olho nas regas porque elas também não gostam do solo muito seco. Assim que elas vão crescendo e se acostumando com o novo ambiente as regas podem ir ficando normais, mas é bom continuar evitando molhar suas rosetas.

Pode ser adubada, principalmente no verão.

Quando elas se adaptam, começam a gerar alguns filhotinhos, e é um bom sinal de que você está indo bem no cultivo. Porém, nem todos vão se desenvolver. Mas aproveite mesmo assim porque são muito lindos.

O certo é sempre ficar sempre de olho para ver se elas estão crescendo fortes e saudáveis.

Como com qualquer coisa, você vive e aprende. O cuidado com as suculentas não precisa ser difícil, mas certas suculentas serão mais difíceis do que outras e isso você só aprenderá na prática.

No entanto, tenha certeza de uma coisa, é muito prazeroso cultivar suculentas e todo o esforço com as mais sensíveis vale a pena.

Conheça o Canal da NATURARTE NO

logo youtube 1 - Conheça as 4 Suculentas Mais Difíceis de Cultivar

SE TIVER ALGUMA DÚVIDA, ENTRE EM CONTATO PELO WHATSAPP!

whatsapp logo 1 - Conheça as 4 Suculentas Mais Difíceis de Cultivar

(11) 9 4210-7481

suculentas mais difíceis de cultivar suculentas mais difíceis de cultivar suculentas mais difíceis de cultivar suculentas mais difíceis de cultivar suculentas mais difíceis de cultivar suculentas mais difíceis de cultivar suculentas mais difíceis de cultivar suculentas mais difíceis de cultivar suculentas mais difíceis de cultivar suculentas mais difíceis de cultivar suculentas mais difíceis de cultivar suculentas mais difíceis de cultivar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *